00:00:00
27 Nov

Conab não vê grandes compras de milho e soja pelo Brasil apesar de isenção de taxa


Dólar valorizado em relação ao real é visto por analistas como limitador das importações. Segundo a estatal, país deve comprar até 400 mil toneladas neste ano. Produção de soja foi responsável por metade da safra do Paraná em 2019/2020
Jaelson Lucas/AEN
O Brasil não deverá realizar importações significativas de soja e milho dos Estados Unidos, apesar de uma isenção de tarifas para compras do produto de fora do Mercosul, afirmou a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).
Segundo a Conab, a isenção da tarifa estabelece um novo teto para o patamar de preços, que estão em níveis recordes no caso da soja, após fortes exportações e elevada demanda interna. As cotações do milho também dispararam.
“Entretanto, os preços da soja são influenciados pelos preços internacionais e a questão cambial será importante para a evolução dos preços no ano que vem”, ponderou a estatal.
Câmara de Comércio Exterior zera tarifas de importação da soja e do milho
A Conab não detalhou os motivos de sua avaliação sobre as importações, mas o câmbio é visto por analistas ouvidos pela Reuters como um limitador de aquisições no exterior.
A companhia disse ainda que a safra brasileira começa a ser colhida no início do ano que vem, o que também limita compras no mercado externo.
O governo decidiu zerar no final da semana passada a tarifa de 8% para importação de soja e milho de fora do Mercosul. No caso do cereal, a isenção vai até o final do primeiro trimestre de 2021, enquanto para a oleaginosa é válida até 15 de janeiro.
“Para a soja, não se esperam quantidades grandes importadas em curto prazo, mas, sim, limite aos preços. A estimativa da Conab, por enquanto, se mantém entre 300 e 400 mil toneladas até final de dezembro. Em janeiro, já se inicia nova colheita”, afirmou.
Limitar a alta de preços do milho e da soja no mercado brasileiro é importante para que as carnes brasileiras se mantenham competitivas, acrescentou a Conab.
“Sem tarifa, a paridade de importação representa, aos produtores de frango e suíno, compra dos principais insumos a preços em relativa equidade com o pago por outros competidores.”
A Conab disse ainda que, para a soja, os EUA seriam o único país que poderia exportar soja para o Brasil a um preço competitivo.
“Em relação ao milho, importamos principalmente de países membros do Mercosul, mas com a isenção da TEC (Tarifa Externa Comum) poderemos aumentar as importações de milho dos EUA”, afirmou.
De janeiro a setembro, as aquisições de soja pelo país já somaram 528 mil toneladas, conforme dados do governo, que apontam entre os fornecedores países do Mercosul, principalmente o Paraguai. No caso do milho, as compras pelo Brasil já somaram pouco mais de 700 mil toneladas, com Argentina e Paraguai dominando as vendas.
Atraso no plantio
Questionada sobre o atraso no plantio de soja da safra 2020/21 em função da seca, se poderia afetar produtividades no maior produtor e exportador global da oleaginosa, a Conab afirmou a equipe de campo “está atenta ao atraso, mas, por enquanto, não se visualiza impacto”.
“Nos últimos anos, os produtores brasileiros têm investido na capacidade de plantio e isso também pode mitigar os impactos iniciais desse atraso das chuvas. Além disso, o manejo adequado pode reduzir eventuais problemas ao desenvolvimento pleno das lavouras de soja”, detalhou.
Para o milho verão e o algodão, “acompanhamos com atenção se haverá ou não impacto”.
Seca prejudica plantio de soja no Paraná
Obstáculos
Na véspera, o adido do Departamento de Agricultura norte-americano (USDA, na sigla em inglês) no Brasil publicou relatório no qual disse ver obstáculos às importações de soja e milho dos EUA pelo país, citando o nível dos “spreads” de preços e desafios logísticos e regulatórios.
O adido afirmou que cerca de uma semana antes de a decisão relacionada às tarifas ser anunciada, contatos no Brasil apontaram que operadores avaliavam a possibilidade de compras provenientes da América do Norte, mas que os preços não contribuíam para isso, apesar do desconto de 20 dólares a 25 dólares da oferta de soja dos EUA frente à brasileira.
Entre os empecilhos regulatórios, o representante do USDA destacou que há uma série de diferenças entre as variedades de soja e milho geneticamente modificadas aprovadas no Brasil e EUA.
“Há pelo menos nove variedades biotecnológicas tanto de soja quanto de milho disponíveis comercialmente e aprovadas para cultivo nos EUA que atualmente não são aprovadas no Brasil”, afirmou o adido.
“Além disso, os terminais portuários de grãos e oleaginosas no Brasil são configurados especificamente para exportações, e a engenharia reversa consome muito tempo e recursos”, acrescentou o representante do USDA, que também mencionou a longa distância entre os portos e as unidades de processamento de soja do interior do país, o que “eleva custos e, portanto, também é um fator limitador.”
VÍDEOS: tudo sobre o agronegócio

You may be interested

Homem de 20 anos é preso suspeito de matar a namorada de 15 anos em Pilar, AL
Alagoas +
50 Visualizações
Alagoas +
50 Visualizações

Homem de 20 anos é preso suspeito de matar a namorada de 15 anos em Pilar, AL

Maria Pazetto - 30/10/2020

Jovem tinha dois mandados de prisão em aberto pelos crimes de feminicídio e tráfico de drogas. Ele também é suspeito de comandar uma facção criminosa responsável pelo…

Detran reforça operação Lei Seca em AL para o feriadão de Finados
Alagoas +
16 Visualizações
Alagoas +
16 Visualizações

Detran reforça operação Lei Seca em AL para o feriadão de Finados

Maria Pazetto - 30/10/2020

Departamento de Trânsito dá dicas para uma viagem segura. Operação Lei Seca ganha reforço em Alagoas para o feriadão de Finados Ascom/BPTran Com o aumento do fluxo…

Andressa Urach diz que se sentiu mais usada na Igreja Universal que na prostituição
Brasil
16 Visualizações
Brasil
16 Visualizações

Andressa Urach diz que se sentiu mais usada na Igreja Universal que na prostituição

Maria Pazetto - 30/10/2020

Andressa Urach fez um desabafo nas redes sociais em que afirmou que nem quando trabalhou como prostituta se sentiu tão "usada" quanto no período em que esteve…

Most from this category