00:00:00
30 May

Projeção para PIB 2019 passa de alta de 1,13% para 1,00%

A expectativa de alta para o Produto Interno Bruto (PIB) em 2019 passou de 1,13% para 1,00%, conforme o Relatório de Mercado Focus do Banco Central (BC) divulgado nesta segunda-feira, 10. Há quatro semanas, a estimativa de crescimento era de 1,45%. Para 2020, o mercado financeiro alterou a previsão de alta do PIB, de 2,50% para 2,23%. Quatro semanas atrás, estava em 2,50%.

A projeção do BC para o crescimento do PIB em 2019 é de 2,0%. Esse porcentual foi atualizado no Relatório Trimestral de Inflação (RTI) de março.

No Focus agora divulgado, a projeção para a alta da produção industrial de 2019 despencou de 1,49% para 0,47%. Há um mês, estava em 1,70%. No caso de 2020, a estimativa de crescimento da produção industrial permaneceu em 3,00%, igual ao visto quatro semanas antes.

A pesquisa Focus mostrou ainda que a projeção para o indicador que mede a relação entre a dívida líquida do setor público e o PIB para 2019 passou de 56,28% para 56,23%. Há um mês, estava em 56,20%. Para 2020, a expectativa foi de 58,55% para 58,60%, ante 58,30% de um mês atrás.

 
 

You may be interested

Campanha de vacinação contra a gripe é prorrogada até 30 de junho
Brasil
Brasil

Campanha de vacinação contra a gripe é prorrogada até 30 de junho

Maria Pazetto - 29/05/2020

A Campanha de Vacinação contra a Influenza foi prorrogada até o dia 30 de junho. A informação é Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), através da Diretoria…

Apresentador baiano José Eduardo está com coronavírus
Brasil
Brasil

Apresentador baiano José Eduardo está com coronavírus

Maria Pazetto - 29/05/2020

O radialista e jornalista baiano José Eduardo, da RecordTV Itapoan e da Rádio Metrópole, está com coronavírus. Apresentador do programa de televisão Balanço Geral na Record Bahia e com…

Valec e Exército assinam contrato para obras da Fiol em 60 dias
Brasil
Brasil

Valec e Exército assinam contrato para obras da Fiol em 60 dias

Maria Pazetto - 29/05/2020

A Valec, empresa federal responsável pela construção de ferrovias, e o Exército estabeleceram um prazo de 60 dias para a assinatura do contrato que permitirá a participação…

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Most from this category